Segunda-feira, 19 de Março de 2007

Fardamento

"Nada no mundo é mais perigoso que a ignorância sincera e a estupidez conscienciosa"

Luther King

Hoje decidi deixar aqui a história do chapéu que todos utilizamos com a Farda de Cerimónia, mas que nem todos sabem a sua origem e simbologia. Assim, deixo aqui um trabalho de compilação que decidi fazer numa daquelas horas de insónias em que navego por sites escutistas (segundo bem me lembro este texto foi elaborado com base no site mundial, no do CNE e em mais alguns sites relaccionados com a temática de Baden-Powell que não me recordo...)

Aqui fica...

História do chapéu de BP

Não sendo obrigatório, pois cada associação nacional decide autonomamente o seu uniforme – a única “coisa” comum {e obrigatória} a todas as associações escutistas mundiais é o símbolo/emblema mundial com a flor de lis a branco e fundo azul (ou vice‑versa), o qual representa e relembra a unidade do movimento. O fardamento deve espelhar e estar relacionado com a realidade cultural de cada país, acabando, assim, por contribuir para o enriquecimento cultural planetário e mundial, através dos contactos internacionais.

Baden-Powell utilizava sempre um chapéu deste tipo, sendo, por isso, fácil associar o chapéu ao escutismo, bastando indentificá-lo ao fundador. A história conta-nos, ainda, que BP institui o uso do chapéu nas primeiras unidades de escuteiros africanos, seguindo-se, a partir daí, uma “universalização” do uso do chapéu a todo o mundo, sendo hoje em dia um dos objectos utilizados na maioria das organizações escutistas mundiais.

Noutro âmbito, a escolha deste chapéu tanto por BP, como por muitos dos escuteiros que se lhe seguiram, deveu-se a ser leve, resistente e protector tanto para a chuva como para o Sol.

E já que se fala numa das peças de fardamento utilizadas no CNE e numa altura temporal em que tanto a questão do fardamento... acho que já estava na altura de se repensar profundamente esta questão e, sobretudo, os materiais de que são feitas a maioria das peças de vestuário. Por exemplo, os lenços defeituosos (maiores de um lado do que do outro e que nem por nada se consegue enrolar em condições ) são do piorio... Mais alguns exemplos poderiam e podem ser facilmente encontrados, por isso deixo aqui o repto a todos os responsáveis da nossa organização para não se esquecerem daqueles que no campo (não se pode alterar a ideologia de que o nosso fardamente deve estar sobretudo preparado para campo e mato, e não propriamente para desfilar...) precisam de uma roupa leve, prática e confortável.

 

PS: espero que todos os pais (sobretudo os dos escuteiros de Alferrarede) tenham tido um dia bastante especial, divertido e bom...

 

posted by Rover_dedicado às 21:20
link do post | comentar | favorito

Quem somos

Procure...e encontre

 

Abril 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Pegadas Passadas

Os pequenos prazeres da v...

Regresso...

A palavra aos pioneiros

Para não deixar morrer

Renascimento do Blog - Ac...

Promessas 2007

Resultados

Talitha Kum

Rescaldo do Jantar Convív...

Convívio

Relíquias do Agrupamento

Abril 2008

Março 2008

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Links à maneira

Comenta este blog

Livro de Visitas

Contacto

se nos quiserem contactar para dar opiniões sobre o blog, para actividades conjuntas, etc... geral(at)agr1053(dot)cne-escutismo(dot)pt